Governança de Dados: Um Guia Essencial para Empresas Modernas de negócio

À medida que entramos em uma era com informações não apenas abundantes, mas também incrivelmente diversificadas e interconectadas, a necessidade de exercer uma governança de dados eficaz já é uma realidade vital para o sucesso das empresas.

Cerca de 65% das grandes organizações usaram plataformas de governança de dados para agregar valor aos negócios até o ano passado (Fonte: Pesquisa Gartner, 2023), um aumento significativo em relação a menos de 10% em 2018. Mas você sabe o que isso quer dizer?

Na prática, todos os caminhos apontam para a crescente necessidade de estruturas capazes de lidar com a complexidade e a escala dos dados empresariais gerados e coletados todos os dias.

Por isso, para ajudar você a se aprofundar no assunto, exploraremos o que o universo da governança de dados de ponta a ponta, mostrando como a sua implementação pode transformar o jeito como as organizações tomam decisões estratégicas.

O que é Governança de Dados?

Refere-se ao conjunto de processos, políticas, normas e métricas que garantem a eficácia e a gestão eficiente dos dados empresariais. O principal objetivo da governança de dados é garantir que as informações, como ativos estratégicos, sejam gerenciadas de forma consistente e confiável em toda a organização. Isso inclui aspectos como qualidade dos dados, privacidade, segurança e conformidade.

A governança de dados envolve várias disciplinas, como gestão da qualidade dos dados, gestão de metadados, gestão da arquitetura de dados, gestão de privacidade de dados, gestão de segurança da informação e gestão de conformidade regulatória.

Vantagens da Governança de Dados

Elevação da Qualidade dos Dados:

Em um mundo cada vez mais regulado, com leis como o GDPR na Europa e a LGPD no Brasil, uma governança de dados eficaz assegura que as organizações não apenas cumpram com estas regulamentações complexas, mas também evitem penalidades dispendiosas e danos à reputação. Ao centralizar e clarificar o controle sobre os dados, as organizações podem garantir uma maior transparência e responsabilidade.

A implementação de uma estrutura de governança de dados robusta não é apenas uma medida de conformidade, mas uma alavanca estratégica que traz vantagens significativas para qualquer negócio.

 

Veja as principais delas:

Otimização da Eficiência Operacional:

A governança de dados padroniza e racionaliza os processos, eliminando redundâncias e minimizando erros. Este aprimoramento na organização dos fluxos de dados se traduz diretamente em ganhos de eficiência operacional, permitindo que as empresas sejam mais ágeis e menos susceptíveis a contratempos operacionais.

Fortalecimento da Segurança e Redução de Riscos:

A proteção de dados tornou-se uma das maiores preocupações para empresas de todos os tamanhos. A governança de dados fortalece as defesas contra ameaças internas e externas, estabelecendo políticas rigorosas de acesso e segurança. Isso não apenas protege informações críticas de acessos não autorizados, mas também minimiza o risco de vazamentos de dados e outros tipos de incidentes de segurança.

Esses benefícios ilustram como uma governança de dados eficaz pode transformar a maneira como uma organização opera, protege suas informações e toma decisões estratégicas. Ao investir em governança de dados, as empresas posicionam-se para competir mais efetivamente na economia digital, navegando com sucesso pela complexidade regulatória e pelas exigências de um mercado cada vez mais baseado em dados.

    • Confira também:

Você já conhece o nosso podcast? Clique aqui e confira o episódio sobre Governança de Dados na segunda temporada do Papo de Outlier!

Implementando Governança de Dados

Implementar uma governança de dados robusta requer um planejamento cuidadoso e a adoção de estratégias específicas que garantam a integridade, segurança e acessibilidade dos dados dentro da empresa. Aqui estão as etapas essenciais para estabelecer uma governança de dados eficaz, com detalhes sobre cada processo:

1. Definição de Políticas e Padrões:

Desenvolvimento de Políticas: Elabore políticas detalhadas que definam claramente responsabilidades, processos de tratamento e qualidade dos dados. Isso inclui especificações sobre coleta, armazenamento, acesso e compartilhamento de dados.

Estabelecimento de Padrões: Determine padrões rigorosos que garantam a conformidade com as leis de proteção de dados e as melhores práticas da indústria. Isso pode envolver padrões de segurança da informação, procedimentos de backup e diretrizes para a integração de novas fontes de dados.

2. Estabelecimento de uma Equipe Multidisciplinar:

Equipe de Governança de Dados: Forme um grupo interdisciplinar composto por membros de TI, legal, compliance e operações para supervisionar a implementação das políticas de governança de dados.

Papel do Gestor de Dados: Designe um gestor de dados, como um Chief Data Officer (CDO), responsável por liderar a equipe de governança de dados e servir como ponto de contato entre a gestão executiva e as operações diárias de dados.

3. Treinamento e Conscientização:

Programas de Treinamento: Implemente programas de treinamento regulares que eduquem os colaboradores sobre a importância da governança de dados e como eles podem contribuir para a manutenção da integridade dos dados.

Promoção da Cultura de Dados: Cultive uma cultura organizacional que valorize e proteja os dados como um ativo crítico, incentivando uma atitude proativa em relação à segurança e ao uso responsável dos dados.

4. Monitoramento e Revisão Contínua:

Auditorias Regulares: Realize auditorias regulares das práticas de governança de dados para assegurar a adesão às políticas estabelecidas e identificar áreas de melhoria.

Atualizações de Políticas: Revise e atualize periodicamente as políticas de governança de dados para refletir as mudanças nas regulamentações legais, evoluções tecnológicas e objetivos estratégicos da empresa.

Estas etapas estabelecem uma base sólida para a governança de dados dentro de uma organização e também ajudam a garantir que os dados sejam usados de forma ética e eficiente, maximizando seu valor e minimizando riscos associados. Ao adotar uma abordagem meticulosa e bem informada, as empresas podem transformar sua governança de dados em uma vantagem competitiva significativa.


Empresas líderes no mercado já estão otimizando processos e elevando seu faturamento de maneira significativa investindo em  governança de dados.

Se você deseja entender melhor como a governança de dados pode transformar o seu negócio, estamos aqui para ajudar. 

Quer saber mais a respeito? Clique aqui e fale com um dos nossos especialistas!

Compartilhe este post em suas redes sociais:

Acesse outras postagens:

Governança de Dados: Um Guia Essencial para Empresas Modernas

Governança de Dados: Um Guia Essencial para Empresas Modernas de negócio À medida que entramos em uma era com informações não apenas abundantes, mas...

Cresça mais com IA generativa para marketing e vendas

IA Generativa para Marketing e Vendas: transformando tecnologia em resultados de negócio A Inteligência Artificial (IA), especialmente da IA...

O que é DevOps: aprenda tudo sobre o tema

O que é DevOps? Aprenda tudo sobre o que é DevOps, as principais metodologias, ferramentas e automação de infraestrutura.  O que é DevOps DevOps...