• O que é BIG DATA?

    12/05/2017

    Big Data pode ser considerado um enorme conjunto de dados, e que, devido a este tamanho todo, necessita de ferramentas feitas exclusivamente para lidar com esse volume dados.
    Podemos compreender a ideia de Big Data também como a análise e o aproveitamento desses dados em tempo hábil.
    Os dados estão presentes nas nossas vidas a muito tempo, porém somente agora com o avanço da tecnologia somos capazes de analisar, guardar e organizar dados com mais facilidade e com uma frequência muito maior.
    A tendência é que daqui pra frente tenhamos mais dados ainda, como vimos na nossa matéria sobre a Internet das Coisas, em um futuro não muito distante é provável que vários dispositivos em nossas casas – geladeiras, TVs, lavadoras de roupa, cafeteiras, entre outros – estarão conectados à internet.
    Para esclarecer o conceito de Big Data, especialistas resumem o assunto em 5 “Vs”: volume, velocidade e variedade, com os fatores de veracidade e valor aparecendo logo depois.
    Volume: Quantidades enormes de dados que crescem exponencialmente e que por conta disso acabam não sendo utilizados de forma plenamente satisfatória.
    Velocidade: A obtencão, gravação e atualização desses dados devem ser feitas em tempo hábil, ou até mesmo em tempo real.
    Variedade: Os dados provém de inúmeras fontes, como documentos, imagens, áudios, vídeos e etc. Sendo assim, é necessário analisar e tratar essa variedade de dados como parte de um todo, afinal, um tipo de dado pode ser inútil se não for associado a outros.
    Veracidade: Para lidar com a combinacão “volume + velocidade + variedade” é necessário que os dados sejam confiáveis e que haja processos que garantam o a consistência dos dados.
    Valor: Informação é valor! Uma solucão de Big Data é inviável caso o resultado não traga benefícios significativos e que compensem o investimento.
    Fonte: Infowester

    Voltar